53/52 ou 01/52 ?

Posted In: the 52 project

Pois é,  passaram quase dois meses desde o meu último post.
Não desisti do projecto, não desisti do diasafio. Até porque têm sido literalmente dias a fio :)!

Tenho os posts todos alinhavados nos rascunhos. Uns prontos, outros sem foto, outros com tópicos, mas todos hão-de ser publicados e aos poucos a casa vai ficar arrumada.

__________

“A portrait of my daughter, once a week, every week, in 2016.”

Estou um bocadinho baralhada neste final/início de ano. Nem sei bem em que ano devo encaixar esta semana … apercebi-me agora que há calendários que dizem que 2015 teve 53 semanas e outros que consideram as 52.
A mim, por um lado, parecem-me fazer mais sentido esta semana pertencer a 2015, uma vez que maioritariamente foi 2015 e que o ano só começou no final da semana, mas por outro lado é estranho começar um ano novo encaixado num ano velho…

Deixo esta minha dúvida no ar… e que arranque mais um ano deste projecto, desta(s) aventura(s), desta(s) nossa(s) vida(s) :)!

Queria fazer um balanço do ano que terminou e algumas reflexões sobre o que agora começa, mas confesso que não tenho andado muito focada. Tenho saboreado os dias sem pressas nem planos, os momentos em família e é isto.

Vou deixar este assunto a marinar mais uns dias… ainda não recomecei :).

Entretanto tivemos uma semana de inverno. Inverno minhoto. Com muita chuva, muitos dias passados em casa, muitos doces :)…
De repente, reparei que te tornaste uma gulosinha:)! Claro que como qualquer criança te sabe bem de vez enquanto quebrar as regras, abusar um bocadinho e estes dias demos-te algum espaço para abusos… que eu bem sei que nós também não fomos exemplo :P…

Nos dias em que conseguimos sair levaste sempre a tua máquina fotográfica e volta e meia saía um:
Virem-se para aqui e façam um sorrizinho!

Acabei por te mostrar a minha primeira máquina fotográfica a sério. Está impecavelmente guardada na embalagem original, em casa do avô :). Uma versão do final dos anos 80 com decoração “My Little Pony.
Deixei-te brincar com ela à vontade, mas a perguntinha não demorou muito…
Mãe, como é que tu conseguias ver as fotografias nesta máquina? :D

Pois é, dantes o tempo passava com outro ritmo. Nós tínhamos outro ritmo. A vida tinha outro ritmo.

1